Livros · Sem categoria

A menina que roubava livros

Já fazia uns 2 anos que tenho esse livro guardado, a primeira vez que tentei ler, achei o começo bem confuso, poético e não sabia ao certo quem estava narrando a história.

Autor: Markus Zusak 

Editora: Intrínseca

A história se passa em 1939, na Alemanha, época da Segunda Guerra Mundial, sob o governo de Hitler.

A mãe da Liesel Meminger , leva ela e o irmão para uma família adotar. Porém o menino morre durante a viagem e nesse momento inicia a serie de roubos da menina. Os personagens mais importantes são Liesel, seu melhor amigo Rudy, seus pais adotivos e o judeu Max que vive escondido no porão da casa deles.

Não quero dar muito Sploier, mas quem conta a história é a morte, surpreendente a maneira que ela enxerga o sofrimento dos seres humanos.

Já vou logo adiantando para preparar o lencinho, pois você vai chorar muito. 

” Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler.” 

Anúncios
Desabafos · Sem categoria

Não é fácil seguir em frente

Quando se ama alguém e não houve vacilo, não existe mágoa. Sabendo que ele não vai ficar bem, por que eu devo ficar? Talvez eu deva ficar bem por ele, para ele não pensar que me estragou. Mas será que ele irá ficar bem? Vai se entregar a farra, viver bêbado. 

Só gostaria que soubesse, não precisamos ser um casal para desejar cuidar, acompanhar sua luta por viver, desejar guiá-lo pelo melhor caminho. Por amá-lo demais.

Será que devo seguir em frente sozinha ou devo te esperar? 

Sem categoria

Não é sobre julgar

Você encontrará por aqui alguns textos sobre reflexão, sentimentos e críticas. Porém não escrevo para julgar a vivência de ninguém, escrevo para atingir seus sentimentos, fazer você pensar e tentar olhar o mundo com outros olhos, não para mudar o que você acredita, mas sentir o que os outros sentem, entender o que realmente acontece ao invés de julgar sem saber a dor do outro. 

Sem categoria

Como conseguir seguidores 

Olá

Quem tem um blog sabe o quanto é difícil conseguir seguidores fiéis, mas como para tudo tem uma solução, vou deixar algumas dicas para blogueiros e servem também para leitores, pois sei o quanto é difícil lembrar da URL de todos os blogs que gostar.

1- Defina o público alvo, tente manter um padrão de temas para conseguir manter aqueles que chegaram por um determinado post. 

2- Interaja com os blogs como o mesmo interesse que o seu, assim podemos trocar experiências e ver outras opiniões sobre o mesmo tema.

3- Tenha um layout adaptável para qualquer plataforma de acesso, várias pessoas acessam por celulares e tablets. Caso seu layout não seja adequado, vai estar desconfigurado e muitas vezes será difícil ser visualizado.

4- Mantenha uma frequência de posts e evite publicar vários postagens no mesmo dia. Quando estiver muito inspirado programe o post.

5- Dê opções para seguir, assim o leitor verá as atualizações com mais facilidade.

Seguir por email é uma boa para quem não possui blog, e assim será notificado toda vez que publicar algo.

Dê a opção seguir pela plataforma do blog, aqui no caso do WordPress. Uso APP no celular e vejo com facilidade todos blogs que sigo e ainda sou notificada sobre os comentários.

Dê opção para seguir por outras plataformas como G+.

Espero que as dicas seja útil, comente abaixo caso tenha algo acrescentar.

Sem categoria

Comentários 

Mais vale um comentário simples e sincero do que aquele dizendo ser lindo, maravilhoso e perfeito.

Aquele que diz não concordar e descrevem o ponto de vista, confesso ser dolorido de ler, é como se a mensagem não fosse entendida. Mas são esses comentários que vão agregar valor a tudo que escrevo.

Obrigada e até mais… 

Sem categoria

Amor do tinder 

Hoje faz 1 ano, do nosso primeiro olhar, primeiro beijo, primeira vez que te senti… Lembro de toda ansiedade que passei ao te esperar, a emoção ao te ver, mesmo totalmente tímida. Eu tinha certeza que você era diferente e é! Não existe ninguém igual a ti, tão intenso, forte e gentil. Sua beleza é única, seu abraço é o melhor lugar do mundo.

Sou feliz por ter te encontrado, você me fez enxergar coisas que não via, refletir sobre o jeito de viver. 

Sua suavidade me cativa

Sem categoria

Fé 

A fé é tão individual que não deveria ser discutida, cada um acredita no que quer de acordo com a própria vivência. Por isso não é possível convencer alguém acreditar naquilo que não consegue sentir, da mesma maneira não possível dizer que o outro fantasia algo que não existe, pois para ela é algo importante. 

Acreditar que existe um ser superior que controla o destino de cada um pode ser assustador ou maravilhoso, depende de cada um e isso deve ser respeitado. E quando encontrar alguém que se questiona com ” Será que existe? ” não a julgue e nem tente impôr, apenas deixe que ela sinta no momento certo, no máximo diga ” Você verá! ”

Acreditar vem de dentro, não há como explicar, só sentir. 

Estilo de vida · Sem categoria

Iniciando o minimalismo 

Depois de 2 anos desempregada, vontade de comprar várias coisas e não ter condições me fez refletir sobre a necessidade de fazer compras para ser feliz e ser grata pelo que tenho. Ao fazer uma pesquisa básica no google sobre ” vivendo com pouco” acabei conhecendo o minimalismo e simplesmente me fascinei. 

Visitei vários blogs e canais no You Tube, notei que existem várias formas de ter uma vida minimalista e não se resume exatamente em viver com pouco, tudo vai depender do propósito de cada um. Agora estou pensando se realmente é necessário passar pelo processo de destralhamento já que eu tenho poucas coisas, e não vejo necessidade de desfazer de nada. Comprar já faz tempo que não compro nada, gasto com aquilo que realmente é necessário mesmo.

Acredito que estou no caminho certo, estou refletindo sobre o que realmente é necessário ter, de como gostaria de ser mais organizada e o que posso fazer pelo meio ambiente, produzir menos lixo.

Se você já é adepto ao estilo de vida minimalista e quizer compartilhar sua experiência e me dar algumas dicas ficarei feliz. 

Até mais… 

Sem categoria

Autoestima mascarada 

A maioria das pessoas não acreditam que quem gosta de se aparecer, tem problemas com auto estima. Mas se prestar bem atenção, verá que postar várias selfies, dizer que se aceita como é, já uma forma de dizer que esse é jeito que querem ser vistas. 

O empoderamento, está perdendo o sentido, o que era uma forma de fazer as pessoas se sentirem belas naturalmente ou de jeito mais exótico, agora se tornam o jeito de mostrar para os outros aquilo que era apenas dela. Um exemplo disso, são exposições de nudez como forma de expressar, a questão é que cada um exerga do jeito que quer. E as consequências são grandes, o que é belo, se torna pesadelo. Pois fotos se copia e se edita, e auto estima se destrói.

Quem está seguro com o próprio corpo, não fala sobre o tempo todo, não precisa convencer ninguém de que se ama.