Reflexão

Energias

Algumas sugam totalmente minha energia, me deixa angústiada, sem ânimo.

Anúncios
Reflexão

Te esquecendo

Aos poucos vou deixando de sentir saudades, já não sinto ciúmes há alguns meses. Já não sei mais se é amor.

Não tenho mais coragem de ir atrás dele, suas palavras e promessas, para mim é uma mentira.

Sua depressão é um problema, mas está fora do meu alcance “resolver” ou tentar ajudar.

Meu corpo, não pede mais o dele.

Meu pensamento é outro. Não sou sua segunda opção, não sou quem gostaria de compartilhar a vida.

Não sonho em casar…

Não sonho em ter filhos…

Não sonho em cuidar dele…

Não tenho medo do suicídio dele.

Não existe mais sentimentos… Agora tanto faz.

Reflexão

Tudo muda

Oportunidades surgiram, o direito de viver sem pensar no certo ou errado. Sem pensar no futuro, viver apenas no presente.

Sentir prazer, conhecer pessoas e lugares novos.

Se permitir ser feliz.

Deixar de ser responsável pelo o outro.

Ser responsável pela própria felicidade.

Reflexão

Ansiedade

Já parou para pensar como ela surge? Ninguém nasce ansioso, desenvolve com o tempo. As pressões do dia dia como bullying na infância, abusos físicos e psicológicos.

Podemos dizer que na fase adulta você se torna chato, quando decide colocar tudo para fora, reclama demais. Nesse momento você decide se fechar, para não ser o chato que sempre insatisfeito, diz para si mesmo que não pode reclamar mesmo se sentindo muito mal.

Entra na fase do conflito interno, sobre o que você precisa demonstrar, o que as pessoas esperam de você, o que realmente sente.

Se perde totalmente, não tem mais controle sobre o certo, e o errado. Vai guardando os sentimentos até surtar.

Nesse momento surgem mais problemas, as pessoas querem explicação, seu rendimento nos estudos e no trabalho caíram. Nem você sabe o que está sentindo, como espera que os outros vão entender?

Algumas pessoas se sentem superiores e pressionam sua mente mais ainda…

Reflexão

A vejo como uma criança

Eu a vejo como uma criança mimada, desejando ter coisas, fazendo birra por não ter.

Mas ela tem 27 anos, já é casada, não trabalha fora, não cozinha, não limpa a casa sozinha.

Ela é bissexual, e vive cheia de desejos por mulher, seu marido é homem. Eita homem paciente, tem ouvir ela afinando a voz para falar com ele como se fosse conversar com um bebê.

Ele faz quase todas as vantagens dela, mas está endividado por fazer tantos gostos dela, parece cansado mas continua lá.

Aos meus olhos, parece uma relação fraca, cada um no seu canto, cada um com sua distração. Mas pouco sei da vida deles, prefiro não comentar…

Ela diz para todos que sofre, mas esbanja sorrisos, parece ter a inocência de uma criança, mas é cheia de malícia.

Ela tem toc, transtorno de ansiedade e síndrome do pânico.