Reflexão

Ansiedade

Já parou para pensar como ela surge? Ninguém nasce ansioso, desenvolve com o tempo. As pressões do dia dia como bullying na infância, abusos físicos e psicológicos.

Podemos dizer que na fase adulta você se torna chato, quando decide colocar tudo para fora, reclama demais. Nesse momento você decide se fechar, para não ser o chato que sempre insatisfeito, diz para si mesmo que não pode reclamar mesmo se sentindo muito mal.

Entra na fase do conflito interno, sobre o que você precisa demonstrar, o que as pessoas esperam de você, o que realmente sente.

Se perde totalmente, não tem mais controle sobre o certo, e o errado. Vai guardando os sentimentos até surtar.

Nesse momento surgem mais problemas, as pessoas querem explicação, seu rendimento nos estudos e no trabalho caíram. Nem você sabe o que está sentindo, como espera que os outros vão entender?

Algumas pessoas se sentem superiores e pressionam sua mente mais ainda…

Anúncios
Reflexão

Egoísmo

Mesmo explicando que não estou bem, ela só está pensando nela. Em fazer as vontades dela, em vomitar os problemas dela.

É como se eu falasse por horas sem sair a voz.

É como se só ela importa se com a satisfação dos desejos dela.

Reflexão

A vejo como uma criança

Eu a vejo como uma criança mimada, desejando ter coisas, fazendo birra por não ter.

Mas ela tem 27 anos, já é casada, não trabalha fora, não cozinha, não limpa a casa sozinha.

Ela é bissexual, e vive cheia de desejos por mulher, seu marido é homem. Eita homem paciente, tem ouvir ela afinando a voz para falar com ele como se fosse conversar com um bebê.

Ele faz quase todas as vantagens dela, mas está endividado por fazer tantos gostos dela, parece cansado mas continua lá.

Aos meus olhos, parece uma relação fraca, cada um no seu canto, cada um com sua distração. Mas pouco sei da vida deles, prefiro não comentar…

Ela diz para todos que sofre, mas esbanja sorrisos, parece ter a inocência de uma criança, mas é cheia de malícia.

Ela tem toc, transtorno de ansiedade e síndrome do pânico.

desabafo interno · Reflexão

O medo do fracasso

Não gostar do que faz e não fazer ideia do que fazer da vida. Um vazio eterno, como se apenas estivesse existindo e não vivendo.

Acredito que todos tem uma missão aqui na terra, o fracasso seria não descobrir o real motivo da existência.

Algumas pessoas tentam dizer o que preciso fazer, mas sou eu quem decido. Não preciso fazer aquilo que todos fazem, sim aquilo que meu coração pede.

Algumas ideias surgem na minha mente, mas parecem estar tão distante da realidade.

O medo de não chegar a nenhum lugar me consome constantemente…