Reflexão

Chata

Tenho medo de ser egoísta, por pensar na minha saúde mental ao invés de fazer companhia para colega que sofre de síndrome de pânico.

Ao mesmo tempo sinto que essa amizade é tóxica, toda vez à vejo me sinto mal, uma angústia sem explicação. Ela reclama de tudo, da mãe, da falta de amigos, do fato de sentir medo sem motivos.

Ela não entende o fato de eu estar cansada, quase não tenho folga. Não consigo lidar com minhas próprias angústias, não consigo fazer coisas do dia a dia. Como arrumar a cama, meu quarto está uma bagunça e estou ânimo para arrumar… Ela fica me ligando para ir vê-la. Estou exausta, minha semana foi estressante.

Quero ficar deitada olhando qualquer coisa na netflix. Mas ela fica implorando por atenção.

Quando ela vem aqui, eu tenho que ir busca-la pois tem medo de vir sozinha, mas passa a semana inteira andando sozinha, fazendo sabe Deus o que…

Ela mexe nas minhas coisas, fica pedindo quase tudo para ela. Estou suando para conquistar, vou de bicicleta para o trabalho por 40 minutos debaixo de sol e chuva, sou humilhada. Para simplesmente pegar as coisas que compro e dar para ela?

Ela pede para todos, acha que por ter transtornos mentais, precisa ser ajudada. É casada, não paga aluguel, o marido pode comprar o que precisa.

Eu me sinto mal por negar ajuda que ela implora, mas me sinto cansada ao disponibilizar de algumas horas de companhia.

Não quero ser egoísta, mas estou exausta!

Anúncios
Sem categoria

Recomeços 

É difícil sair de uma relação feliz, mesmo com todos momentos bons. Sair se sentindo sem valor, suja e totalmente sem rumo, uma fase, um pesadelo. Não acreditar no amor e desejar não se apegar a ninguém, ficar só por sexo, ter alguém de vez enquanto ou cada mês um alguém diferente, só para não se apaixonar. E se perder totalmente, matar todos os sentimentos, até se curar e se entregar novamente ao amor… Acreditar que dessa vez será diferente, enfim uma pessoa perfeita, um companheiro para todos os momentos, até chegar o momento de tudo terminar num piscar de olhos.

Agora vem uma nova fase, um tempo sem ser tocada, sem necessidade de vínculo afetivo com ninguém. Curtir a própria companhia, amar o melhor de si mesma, ser forte e seguir em frente, conquistar a própria independência, assim ela vai seguindo.

Desabafos · Sem categoria

Não é fácil seguir em frente

Quando se ama alguém e não houve vacilo, não existe mágoa. Sabendo que ele não vai ficar bem, por que eu devo ficar? Talvez eu deva ficar bem por ele, para ele não pensar que me estragou. Mas será que ele irá ficar bem? Vai se entregar a farra, viver bêbado. 

Só gostaria que soubesse, não precisamos ser um casal para desejar cuidar, acompanhar sua luta por viver, desejar guiá-lo pelo melhor caminho. Por amá-lo demais.

Será que devo seguir em frente sozinha ou devo te esperar? 

Sem categoria

Amor do tinder 

Hoje faz 1 ano, do nosso primeiro olhar, primeiro beijo, primeira vez que te senti… Lembro de toda ansiedade que passei ao te esperar, a emoção ao te ver, mesmo totalmente tímida. Eu tinha certeza que você era diferente e é! Não existe ninguém igual a ti, tão intenso, forte e gentil. Sua beleza é única, seu abraço é o melhor lugar do mundo.

Sou feliz por ter te encontrado, você me fez enxergar coisas que não via, refletir sobre o jeito de viver. 

Sua suavidade me cativa

Sem categoria

Confusão de pensamentos

Às vezes surgem varias idéias muito boas de coisas que estou refletindo e quero que outras pessoas consigam fazer uma reflexão e absorver coisas boas, aprender mesmo, mas não consigo organizar as palavras. Acaba saindo algo confuso, por isso até já fui chamada de louca várias vezes. 

Mas estou aqui para colocar para fora, tudo que eu sinto mesmo. 

Beijinhos  

Desabafos · Sem categoria

Egoísmo

Não estou ditando regras, em nenhum momento eu disse que estava certa, apenas digo o que estou sentindo. A questão é, as pessoas não enxergam isso como um sentimento meu, sempre vão entender como algo direcionado a elas. Sempre vão pensar por si próprio, jamais vão tentar se colocar em meu lugar, sentir como eu sinto ou simplesmente me entender. Mas o egoísmo permite pensar tão singular, na verdade hoje em dia é comum ouvir conselhos do tipo: ” se coloque em primeiro lugar “, ” você não é obrigado agradar ninguém “. Dessa maneira, as pessoas se fecham, pensam como se só elas fossem importante e tudo girasse em torno delas, até uma simples postagem que posto em alguma social, vão entender como uma indireta para ela ou outro alguém.

Porém, é apenas uma reflexão minha, o meu jeito de pensar e me expressar. Se por acaso parasse para pensar um pouco em mim, notariam exatamente como estou me sentindo em relação a um fato, seja algo pessoal ou que envolva alguém, notariam como estão sendo os meus dias.

Mas se você pelo menos parou para refletir sobre o que foi escrito até aqui, já me sinto melhor. Pois essa é minha missão, fazer você olhar mais para o outro e não apenas para si próprio. 

Sem categoria

Ingratidão

Sempre procuro ajudar as pessoas a minha volta, mesmo sem condições, estou lá dou apoio, ouço desabafos e faço tudo que estiver ao meu alcance. Porém na maioria das vezes, quando chega a minha vez a mesma pessoa faz questão de virar as costas para mim e diz que estou fazendo drama sem necessidade, não se interessa mesmo, eu sei que no momento em que estiver ajudando não devo fazer nada esperando algo em troca. 

O simples fato de ver a pessoa bem, já me faz muito bem, é recompensador poder fazer algo pelo outro. Mas lidar com ingratidão machuca demais, ver a pessoa reclamando por eu ter feito pouco ou por achar que minha vida é perfeita, simplesmente não compreendo como podem não saber agradecer. 

Talvez esse tipo de pessoa não esteja em dívida comigo, e nem quero que sintam assim. O destino vai cobrar  isso deles, porque mesmo machucada estou em paz!